Paulo Navarro | segunda-feira, 24 de setembro de 2018

Durante o evento Meu Vizinho Pardini realizado na Praça da Assembleia, Fernando Ramos e Adriana Linhares, diretores do Grupo Hermes Pardini

Foto: Edy Fernandes

CVV, bom dia!

Olá, lindo dia! Vamos falar de suicídio? Melhor, muito melhor, é falar do combate ao suicídio. Artistas se mobilizam para engajar novos voluntários para campanha do CVV. CVV é o Centro de Valorização da Vida. Setembro é o mês da prevenção, do combate ao suicídio. Também marca o lançamento da campanha “Falar abertamente pode salvar vidas”. A estratégia escolhida foi o relato de artistas.

CVV, boa tarde! 

Em tempo, fora da campanha, mas disponível no YouTube, tem o comovente relato e experiência pessoais do padre Fábio de Melo. Na campanha, o primeiro vídeo tem o depoimento da cantora Zizi Possi. Ela fala da importância dos voluntários no CVV e explica como podemos participar.

CVV, boa noite!

Como podemos participar e aumentar a quantidade de voluntários. Voluntários que realizam os atendimentos gratuitos, que dão apoio emocional e prevenção ao suicídio. Gente, são mais de dois milhões de atendimentos anuais. E esse número só aumenta. Daí a importância da campanha. Além dela, amigos e família devem ficar atentos aos sinais. Como sempre, o segredo é falar, e mais, escutar. Direcionar a pessoa para um tratamento especializado. Querem coisa mais importante que valorizar a vida?


Integrantes da Associação de Hotéis Roteiros de Charme, os anfitriões Elida Bowen e Luiz Tonelli, proprietários do Loft da Serra, dedicados à arte de bem receber em Lavras Novas

Foto: Paulo Navarro/PNC


Braços e pedaços 

“Braço de Rio, Pedaço de Mar” é o terceiro livro de poesia com a grife de Petrônio Souza Gonçalves. O anterior, “Um facho de sol como cachecol”, teve aclamação de público e crítica. O novo livro “Braço de Rio”, recebeu elogios de Verissimo, Zuenir Ventura e Fernando Morais.


Curtas & Finas

* Saiu a lista com as principais atrações do 4º Festival Internacional de Cerveja e Cultura (FICC), dias 29 e 30, no estacionamento do Mineirão.

Estrutura gigantesca e múltipla, com três palcos, centenas de estandes, tatuagens ao vivo, interações culturais, espaço kids, feira de carros antigos, espaço pet e também o já aguardado circo.

* Mais um “prêmio” para o Topo do Mundo. Como no antigo cenário, no alto das montanhas da Serra da Moeda, o restaurante, agora em novo endereço, também é palco para românticos pedidos de casamento.

De acordo com Ludmila Tamietti, sócia do restaurante, acontecem em média cinco pedidos por noite no belo espaço, na Torre Alta Vila, em Nova Lima.

* Novos rótulos, sabores e lançamentos carimbam a 1ª BH Oktoberfest, de 4 a 6 de outubro, no Expominas.

Além de representantes do tradicional eixo BH, Nova Lima e região metropolitana, expositores de outras regiões do estado vão apresentar suas marcas e produtos ao público.