Paulo Navarro | quarta-feira, 26 de setembro de 2018

Durante a comemoração dos 60 anos do Sindeac, o presidente da entidade, Paulo Roberto da Silva, e o cantor Reinaldinho

Foto: Edy Fernandes

Emprestando sua beleza para a coluna e para o evento que aconteceu no Expominas, Silvia Falcão, Ana Elisa Tavares e Érica Ferreira

Foto: Edy Fernandes

Filme de horror 

A vida imita a arte e vice-versa. No filme austríaco “Boa Noite, Mamãe” (2016), após dias afastada por conta de cirurgias plásticas, a mãe volta para casa e não é reconhecida pelos filhos gêmeos. As crianças, de nove anos, duvidam que a mulher de rosto coberto seja realmente sua mãe e, a partir de então, nada será como antes. Filme de terror, vale lembrar! Na vida real isso já pode acontecer.

Filme de terror 

As pessoas estão tão modificadas, fisicamente, por cirurgias plásticas, que algumas ficam irreconhecíveis e, muitas vezes, completamente diferentes do tipo familiar. É tanta plástica que as mesmas, ao terem filhos, colocam no mundo crianças que mais parecem filhas do vizinho.

Filme de “terrir”

Quer dizer, as crianças são naturais e originais, os pais é que mudaram de cara e corpo. Mexem em tudo: cabelo, nariz, boca, formato do rosto e até rejuvenescimento íntimo. E não é só aqui. A Coreia do Sul é campeã mundial em transformação do tipo oriental para ocidental.

Filme de fricção 

Isso, quando não trocam o próprio sexo, caso do filme “A Pele que habito” (2011), do Almodóvar, ainda que a troca tenha sido involuntária. Fora da ficção, cada dia mais real, os descontentes trocam, literalmente, até os dentes. Tudo sorriso padronizado. Numa dessas, gaiato(a) pode comprar gato por lebre. Casa-se com um(a) humana e tem filhos “marcianos”. Antes, se você quisesse saber como sua mulher ficaria mais velha, bastava olhar a sogra, para o bom e o ruim. Hoje, é armadilha, surpresinha.

Curtas & Finas

* A MRV Engenharia vai apresentar seu case sobre os Objetivos de Desenvolvimentos Sustentáveis (ODS), junto a outras empresas, na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em New York.

A honraria vai ocorrer, hoje, durante a 73ª Assembleia Geral da ONU. A construtora apresenta o case sobre como os ODS da ONU estão alinhados dentro da companhia e geram valor para a MRV.

* Na terceira das quatro apresentações do projeto “Chico Amaral Convida Seus Parceiros”, o letrista, compositor e saxofonista recebe Affonsinho e Marina Machado. Amanhã, no Centro Cultural do Minas Tênis Clube.

Será a primeira vez que os artistas dividem um palco. O repertório inclui canções próprias e algumas com outros parceiros, como Lô Borges e Flávio Henrique.

* O BH Shopping recebe, até 7 de outubro, duas exposições alinhadas com o evento global Distinguished Gentleman’s Ride – DGR.

A primeira, de motocicletas Triumph, e a segunda, de fotos sobre duas rodas, a “Gentleman's Ride Expo”.