Dois mil e 17

Na posse da nova diretoria do Cruzeiro Esporte Clube, o presidente Wagner Pires de Sá, o presidente do conselho deliberativo, Zezé Perrella e Marco Antônio Lage, vice-presidente executivo do clube
Foto: Edy Fernandes

No mesmo evento, que aconteceu no Theatro Brasil Vallourec, o homenageado Vittorio Medioli, prefeito de Betim e presidente do Grupo Sada, empresa investidora no vôlei e no futebol americano do Cruzeiro
Foto: Edy Fernandes

Dois mil e 17
Vamos brincar de escrever e ler a última coluna de 2017? "Annus terribilis e horribilis", para os mortais, claro! Mas não sejamos ingratos. o 17 deixa boas lembranças. Além do britânico chá das cinco (17h); salvo engano, vermelho 17 era a aposta favorita do personagem Vadinho, em "Dona Flor e Seus  Dois Maridos", de Jorge Amado. E basta! Não adianta chorar sobre a água derramada, mesmo porque, um litro de leite ainda é mais caro. E como nem Proust conseguiu buscar o tempo perdido, recomecemos!

Dois mil e 18
Pelo menos para os sábios judeus, o número 18, tipo este, de 2018, já é um ótimo sinal. Até que enfim uma boa notícia, não é verdade? Obviamente, todo o exposto e os preceitos sobre o número 18 têm um profundo significado. Mas, numa breve explanação do rabino Yitzchak Ginsburgh, sobram pensamentos positivos. O principal sobre o número 18 é sua equivalência ao valor numérico da palavra "chai".

18 dos fortes
"Chai" significa "vivo". E, depois deste troço de 2017, estarmos vivos é o melhor prêmio. Mais que estarmos vivos, sobrevivemos. E se como canta a música, "é preciso saber viver", saber sobreviver, nesta selva escura e desvairada, é muito mais emocionante e recomendável.

18 mais fortes
Vivamos e sobrevivamos pois. Tentemos, lutemos. É o melhor prêmio, a melhor opção, saída; a melhor e mais generosa ação. Para conosco e o próximo. Vivamos 2018 já! Tchau, inútil 2017, serviu como lição de esperar, com fé. A famosa fé, justamente aquela que não costuma falhar.

Curtas & Finas

* Ano novo, casa nova! A partir de 2018 o Gonzaga Butiquim estará mais moderno, amplo e confortável.
"A boa gastronomia de boteco e a descontração continuarão sendo o carro chefe de um dos bares mais tradicionais de BH, o que muda é sua  roupagem e infraestrutura", explica Leonardo Marques, proprietário do Gonzaga.
À frente também do Boteco da Carne, Monjardim Costelaria e Botequim,  Santa Rita e Vila Monjardim, enfatiza Leonardo: "Teremos um novo espaço fantástico. Muito mais aconchegante e sofisticado".

*Teve grande repercussão no mundo político, a decisão do Tribunal de Contas da União de suspender a portaria do Ministério dos Transportes que reabriu o aeroporto da Pampulha.
Com a ordem, a Pampulha deverá operar apenas voos executivos e regionais até que o plenário da corte decida sobre o mérito do embate.

* O juiz brasileiro Antônio Augusto Cançado Trindade foi reeleito para a Corte Internacional de Justiça (CIJ), com sede em Haia, na Holanda.
Os magistrados são escolhidos por membros do Conselho de Segurança e da Assembleia Geral das Nações Unidas.
A Corte Internacional de Justiça é o principal órgão jurídico das Nações Unidas e é composta por 15 juízes.